A bicicleta não é apenas uma ferramenta de transporte, mas um meio de emancipação, uma arma de libertação. Liberta o espirito e o corpo das inquietudes morais e das doenças físicas do mundo moderno, da ostentação, da convenção e da hipocrisia aonde a aparência é tudo, mas não somos nada. By Paul de Vivie



terça-feira, 26 de maio de 2015

Recorde pessoal batido

Como sabem, moro no boa vista e trabalho no portão.
Faco este trajeto todo santo dia, e demoro em media 35~40 minutos, da em torno de uns 14 km.
Hoje, atrasadíssimo, fiz em 30m02seg.
Como estava um tempo feio hoje, não liguei o app strava, pois tbm, eh sempre o mesmo rumo, então nem ligo sempre.
Mas me superei, vamos ver agora se consigo baixar este tempo.

domingo, 17 de maio de 2015

Voltinha de Domingo

Cabeça cheia de tanto problemas, encheção de saco, então aproveitei que estava um dia bonito hoje de manha e sai sem rumo pra dar uma pensada na vida.
Esqueci de carregar o celular a noite, então peguei o estepe, que não tem o app, e fui pedalar.
Fiz o trajeto mais ou menos no google maps, que segue abaixo:

Sai de casa, peguei a Avenida Nossa Senhora da Luz, ate a Linha verde e fui ate o final da canaleta, peguei a canaleta da Winston Churchill e fui ate a igreja do Portao, aonde rumei ate a Rua Joao Bettega, ate a Avenida JK, aonde fui ate o final, com a 277, peguei a Av, Vereador Toaldo Tulio, ate a Mane Ribas, aonde peguei a classica Rua Lauro Mallin - que tem uma subida, punk hardcore modafoca - e depois contornei o parque Tingui, aonde Subi ate a entrada do parque Tangua, e depois desci a opera de arame e peguei uns caminhos de rato ate em casa.
Demorei pra pensar na vida, realmente, nao to num momento muito bom, mais este pedalzinho me ajudou a dar uma centrada na vida, aonde tomei algumas decisoes que colocarei em pratica.
No final pedalei 70,59 km, em 3h:37m:36s com media de 19,40 km/h

Bom, agora to de boa...





quinta-feira, 9 de abril de 2015

Relação nova da Judith

Finalmente minha trekzinha voltou do mecânico.
Que alegria, que demais que ela esta, girando redondinha.
O novo pedivela é lindo, original, sem marca, sem desgaste, novo praticamente.



Aproveitei e pedi pra trocar, corrente, catraca, caixa de direção, cabos e alinhar as rodas.
A unica coisa que nao consegui trocar, foi o pneu, que esta deslocado e me incomoda um pouco no rodar.
Vou providenciar outro esta semana.
Agora é aproveita-la...

quinta-feira, 2 de abril de 2015

Novo old pedivela

Tenho que trocar a relação da Judith.
Ela eh uma linda senhora de 1992 e por mais que  tenha trocado cassete e corrente, algumas vezes, agora chegou a hora do pedivela.
Ele estava com jogo e imaginei que fosse o movimento central, porem ao trocar, ainda ficou com jogo e pior, escapava marcha toda hora.
Fui em algumas bicicletárias e queria um pedivela parecido com o dela, para ela não perder a originalidade, mas estava bem difícil.
Imaginei por um igual da bike da Paulinha, porem, como eh de plastico, mudei de ideia.
Tem um grupo no Facebook chamado fórum cromoly que perguntei se alguém tinha ou indicasse um.
não eh que um cara do blog Andarilho tinha o qual eu precisava.



Agora é correr pra uma bicicletaria e trocar toda a relacao.
Se bobear ja troco tambem o cubo, pois como ela comigo ja esta com 6.500km pedalados, fica tudo novo pra dobrar estes km...

segunda-feira, 16 de março de 2015

Ctba - Araucaria - Colonia Cristina - Colonia Mariana - Campo Largo - Florestinha - Ctba

Mais um pedalzinho desestresse de meio período.
Saímos eu, Jopz e Lucas  do Portão, com destino a Campo Largo sentido a Araucária.
Iriamos passar no casal ternurinha, porem ia demorar, então seguimos direto para Colonia Cristina.
De la fizemos o trajeto do titulo - preguiça de repetir kkkk
O ponto alto foi fazer uma trilha na floresta que o Jopz descobriu nas andanças com os cachorros dele.
Chapas:


Abaixo o trajeto da trilha no meio da floresta.
Muito tesão, vale a pena fazer de novo.  

Tirei esta foto abaixo e sem querer pausei o app do Strava.
So vi que fiz isto ao parar no barigui para atender uma ligação.
Por consequência no trajeto, fez uma linha reta do final da trilha da floresta ate o barigui.




A linha reta de Campo Largo ate o parque.


Fiquei com preguica de fechar 100 km, queria ir pra casa descansar, pois a noite fomos na casa de uns amigos beber e comer.
Chegamos as 2:30 da madruga em casa e acordei depois de muito tempo as 13h.
Que demais meu final de semana.
Que venha outros.

quarta-feira, 11 de março de 2015